3 experiências românticas para lua de mel


Uma ilha para o casal

Cerca de 500 mil habitantes se espalham pelos 26 atóis das Maldivas, enquanto menos de 100 mil habitam as 115 ilhas de Seychelles. Não à toa, os dois pequenos países insulares banhados pelas águas mornas do Oceano Índico são conhecidos pela exuberância da natureza praticamente intocada — e, por isso mesmo, abrigam alguns dos mais luxuosos (e sustentáveis) hotéis do planeta. Nas Maldivas, destacam-se os bangalôs sobre a água, as faixas de mar bioluminescentes (que literalmente brilham no escuro) e os belos recifes de coral rodeados de vida marinha. Seychelles tem hotéis que ocupam ilhas inteiras e praias de areia platinada e enormes pedras de granito — e mais tartarugas gigantes do que humanos. Cenários ideais para declarar (ou renovar) os votos em cerimônias pequenas ou até mesmo a dois.



Na natureza selvagem

Abandonar o caos urbano e imergir na natureza é uma das mais eficazes formas de recarregar as energias, e um safári africano pode proporcionar exatamente isso — e sem abrir mão do conforto. Em meio às maravilhas naturais e santuários selvagens da savana, é possível desfrutar de cama king size, ar condicionado, chuveiro quente, decoração sofisticada e alta gastronomia — tudo isso sem afetar o meio ambiente, já que os lodges têm a preservação ambiental como prioridade. Para uma lua de mel inesquecível, escolha entre as diversas opções de lodges luxuosos do Serengeti, situado no norte da Tanzânia e sudoeste do Quênia. O parque nacional de 14 mil quilômetros quadrados abriga a maior migração de mamíferos do mundo e é um dos melhores lugares do planeta para avistar os “big five”.



Romance na cidade medieval

Vem das uvas da diminuta comuna italiana de Montalcino, a cerca de 100 quilômetros de Florença, o célebre vinho tinto Brunello, mas a cidade guarda ainda outra pérola: o Rosewood Castiglion del Bosco. Fundado por Massimo Ferragamo (filho do estilista de sapatos Salvatore Ferragamo) e sua mulher Chiara, o hotel é o maior da região, ocupando uma área de 5 mil acres, e tem uma das maiores vinícolas da Toscana. Situada em uma rota de peregrinação medieval, a propriedade abriga 23 suítes e dez villas em construções restauradas dos séculos 17 e 18, além de ruínas de igrejas com mais de 2 mil anos. A igreja San Michele Arcangelo comporta casamentos para até cinquenta pessoas, enquanto celebrações para até duzentos convidados acontecem nas ruínas de um castelo — sempre com um bom Brunello para acompanhar.



Gostaram? Entre em contato conosco.

Você pode se interessar por: